I’m haunted by a music group

Há uns meses atrás fomos até ao Scala, um dos muitos “ clubs” alternativos de Londres. Por ser um antigo teatro, o espaço é muito bom e permite haver salas diferentes com eventos/sons/ambientes diferentes.
Ao chegar deparámo-nos com uma noite “Bollocks to poverty” em que muitos teenagers se divertiam a comprar e inspirar balões de hélio. Andava tudo a piar fininho (literalmente) mas mal se ouvia pois a musica nas várias salas estava altíssima.
  
Numa das salas estava a haver um concerto. A sala não estava cheia mas estava composta e lá ficamos a ver e ouvir uma banda (desconhecida, pelo menos para nos) que tocava uma espécie de “musiquinha da moda”. Ou seja, a musica era muito na onda “disco” reinventada (dizem eles deles próprios), o que está agora a dar basicamente. O que era mesmo bom era o jogo de luzes. Entretanto fomos ficando por ali, a apreciar a paisagem e as musicas. De toda a noite houve 3 musicas que sem duvida me marcaram. Uma parecia o “The 80’s” do David Fonseca, outra era uma versão sofisticada d’ “A mulher gorda” e a ultima musica era tão complexa que ainda agora me lembro da letra. Uma conjugação do verbo ser nas 1, 2, 3 pessoas do singular e 2 do plural no presente do indicativo seguidas do substantivo industria.
Simples e eficazmente, estes senhores chamados Calvin Harris mantinham a plateia ao rubro.
Como nunca tinha sequer ouvido falar deles, e não me comoveram especialmente, não lhes prestei muita atenção até que na semana seguinte ao espectáculo comecei a ouvir frequentemente na rádio o tal single dos 80’s. Desde então sou perseguida pelos Calvin Harris. Todos os dias passa na rádio e um destes fins-de-semana, estava eu descansada a tomar o pequeno-almoço, decidi fazer um zapping e lá aparece um vídeoclip dos senhores…. Agora já passa o segundo single na rádio, por sinal “A mulher gorda”.
  
Uma coisa muito boa que eles tem, para alem do jogo de luzes são os óculos escuros, com que não actuaram mas que parece serem a imagem de marca (ver em baixo, foto tirada do myspace)…
Ah, segundo a Wikipedia o senhor Calvin é amigo da Kylie Minogue.
Ate quando vou ser perseguida por estes tipos?
Some months ago we went to Scala one night. Scala is an old theatre converted into night club so it has several rooms with different sounds and ambiences.
That was a “Bollocks to poverty” night (whatever that means) where lots of teens where buying and breeding ballons filled with helium so everyone sounded like a cartoon.
One of the rooms was holding a concert of an unknown band (at leas for us). The room wasn’t packed but ok so we stayed there watching and listening to this new group that played some type of “reinvented disco” (so they say), pretty much as the trend nowadays. The memories from the night was their lights (that were really good!) and 3 of their songs.
One reminded me of a recent music by David Fonseca called “The 80’s”, the next one was the Scottish version of the traditional Portuguese folk music “ A mulher gorda” (The fat woman) and the last one was so easy that I still remember the lyrics. “I am Industry, You are Industry, We are Industry, This is Industry”.
 

The group was called Calvin Harris (or Calvin Kleins as I referred to them later). I had never heard of them nor seen them so after that night I didn’t expect to be haunted by them. But I was. On the following week the 80’s single played incessantly on the radio. Some weeks after, I was having breakfast and zapping and I see one music video. Now the second single is on the radio, the “fat woman” one…

 

There’s one good thing, their trademark sunglasses, which they didn’t use in the concert (see below the photo from myspace).
Wikipedia also says that Calvin is a friend of Kylie Minogue.
When will they stop haunting me?
 
Advertisements

2 thoughts on “I’m haunted by a music group

  1. Tal como um bom prospector formado nas escolas da rádio "universitária" de Coimbra, eu, que também estive nessa noite por lá, disse-o no meio de duas guinesses: "estes caralhos ainda vão ser famosos!". Lembras-te? Meu dito, meu feito!
    E saber que tu e o Sunith não queriam vir comigo e tal… shame on you, Honey White!!!!!
    Espero que não te importes com o meu português neste comentário…
    Temos que lá voltar…
    Beijos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: